Perfilados

Eletrocalhas

As Eletrocalhas Metálicas SALF são utilizadas em instalações industriais de todos os portes, centros comerciais, edifícios de escritórios e data centers.

Fabricadas em Aço Carbono, Aço Inoxidável ou Alumínio nas bitolas adequadas aos pesos a que serão submetidas, as Eletrocalhas SALF atendem aos requisitos de resistência mecânica e à corrosão que as tornam opção confiável para acomodação e suportação de cabos elétricos, telefônicos e para transmissão de dados nos mais variados ambientes.

Qualidade Garantida

A qualidade das ELETROCALHAS SALF é comprovada pelo uso constante em algumas das maiores empresas do país. A variedade de modelos e acessórios proporciona o atendimento dos mais diversos encaminhamentos conferindo às instalações de energia, instrumentação, telecomunicações e dados, elevada funcionalidade e segurança. Fornecidas em diversas matérias-primas e tratamentos, a especificação em projetos das ELETROCALHAS SALF é garantia de Qualidade da obra e consequente satisfação do cliente final.

Matérias Primas e Tratamentos Superficiais

AN - Aço Carbono 1010/1020

Aplicação: Perfis estruturais, peças estampadas, construção civil.

Características: Aço com baixo teor de carbono (0,30%), usinável e soldável, porém apresenta baixa resistência mecânica.

Os bandejamentos para cabos são sempre posteriormente tratados para proteção contra corrosão.

Código complementar: AN

AI - Aço inoxidável (AISI 304 ou 316-L)

Aplicação: Instalações externas ou internas sujeitas a ação de elementos químicos altamente corrosivos.

Os leitos fabricados em aço inoxidável são indicados para utilização em indústrias químicas, farmacêuticas, têxteis, alimentícias e de papel e celulose.

Características: O aço inoxidável 304 apresenta boa resistência à corrosão pelos ácidos nítricos, fosfórico, a maioria dos ácidos orgânicos e soluções salinas. A resistência é satisfatória aos ácidos clorídrico e sulfúrico desde que muito diluídos. Não resiste aos halogênicos, halogenetos em geral ou em atmosferas com alta salinidade.

Caso os produtos estejam sujeitos a ação direta de corrosivos recomenda-se a especificação de aço inoxidável AISI 316 ou 316-L.

Apresentação: Superfície lisa na cor prata levemente polida.

Código complementar: AI

AL - Alumínio

Aplicação: Instalações externas ou internas sujeitas à ação de elementos químicos corrosivos.

Os produtos fabricados em alumínio são indicados para utilização em indústrias químicas, petroquímicas, farmacêuticas, alimentícias e de bebidas, como também na área de telecomunicações.

Características: O alumínio apresenta boa resistência à corrosão, resistência esta aumentada quando utilizadas ligas mais puras ou quando submetido a anodização.

Apresentação: Superfície lisa e uniforme na cor prata.

Código complementar: AL (Alumínio natural) AL-NV (Liga naval 5052 H34)

GF - Galvanização a fogo (NBR-6323)

Aplicação: Instalações expostas ao tempo ou internas com presença de elementos químicos mediamente corrosivos.

Apresentação: Superfície áspera e irregular na cor prata acinzentada.

Processo de tratamento:

Desengraxe para remoção de elementos orgânicos;

Decapagem em banho ácido para remoção de oxidações;

Fluxagem para preparação da superfície para a aderência do zinco;

Banho em zinco fundido à temperatura média de 450ºC;

Passivação para evitar corrosão branca.

Camada média: 50/60 micra, apresentando pontos com até 100 micra.

Código complementar: GF

GE - Galvanização eletrolítica (NBR 10476/88)

Aplicação: Instalações internas não sujeitas à ação de corrosivos.

Apresentação: Superfície lisa na cor prata azulada.

Processo de tratamento:

Desengraxe para remoção de elementos orgânicos;

Decapagem em banho ácido para remoção de oxidações;

Eletrodeposição a frio do zinco na superfície das peças;

Passivação por imersão em banhos de soluções de cromatos.

Camada média: 8/10 micra.

Código complementar: GE

PZ - Aço carbono pré-zincado a fogo (NBR-7008)

Aplicação: Instalações externas ou internas sujeitas à ação de elementos químicos levemente corrosivos.

Apresentação: Superfície lisa na cor prata apresentando cristais conhecidos como flores de zinco obtidos durante a solidificação do processo de revestimento da chapa na usina.

Processo de tratamento: Após a laminaçao a tira de chapa é imersa em um banho contínuo de zinco fundido a aproximadamente 460ºC com recursos que permitem obter camadas de revestimentos em diversas espessuras.

Camada média: 18 micra por face (Revestimento B)

Código complementar: PZ

PT - Pintura eletrostática a pó

Aplicação: Instalações externas ou internas sujeitas à ação de elementos químicos corrosivos.

Características: A pintura a pó pode ser sobre o aço natural ou galvanizado, como também sobre o alumínio. As tintas podem ser à base de resina epóxi ou poliéster.

Apresentação: Diversas cores, acabamento liso ou levemente texturizado.

Camada média: 60/80 micra

Código complementar: PT